.Gostaria de ter a inteligência de Einstein, de ter a beleza interior de Gandhi, de ter a beleza física de Evangelista e a cultura de Damásio... Ah, e já agora, se não for pedir muito, a conta bancária do Bill Gates... sou apenas uma simples mortal!!!!!

.Catálogo por assuntos

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Em Tramitação...

. Depois de tanto tempo, o ...

. Uiiiii... que eu já não e...

. Cá venho registar...

. Johnny Neologista Mary

. Nada melhor para começar ...

. Sou só eu?

. Parabéns...

. Huuuuuummmmmmm...

. A indústria farmacêutica....

. E somos...

.Arquivo Definitivo

. Janeiro 2014

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Janeiro 2011

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.Documentos Históricos

blogs SAPO

.subscrever feeds

Lilypie Kids Birthday tickers
Segunda-feira, 26 de Janeiro de 2009

Ontem quase, quase, quase...

Quase adoptamos um gato! Estou com o coração cheio, boneco! Cheio de alegria porque vi que está aberta a possibilidade de termos um gatinho lá por casa! Cheio de tristeza porque não vai ser aquele gato que te fez saltar de alegria! Aquele gato grande, bonito e muito meiguinho não vai poder ficar connosco, filhote, por várias razões, a 1.ª de todas é que já é um gato adulto, não sabemos de onde vem, se traz doenças, se se adaptará à nossa casa e a nós, principalmente, a ti! Depois, e após os papás terem-no deixado entrar por uns momentos, o gato resolveu afiar a unhas no nosso sofá, não pode ser, bebé, se ele fosse pequenino, talvez a mamã conseguisse ensiná-lo, mas assim não sei!

Eu sei que tu ficaste todo contente por ter o bichano lá em casa, pulaste e deste gritinhos de alegria, disseste-lhe olá, ofereceste-lhe as bolachas que estavas a comer, enfim, ficaste tolinho de todo!!!

Tenho muita pena, mesmo muita pena, porque o gato é muito lindo, mas não pode ser!

Quem me surpreendeu muito foi o teu papá, sempre detestou gatos, sempre se opôs a termos um lá em casa e ontem qual é o meu espanto, quando o vejo a dar leitinho ao gato que não saía do nosso terraço, mais, deixou que o gato chegasse perto dele, deixou que ele se aninhasse no seu colo!!!

Ontem tive a prova, filhote, de que o papá é capaz dos maiores sacrifícios só para te ver feliz!

Pode ser que um dia, tenhamos um "Biax" lá em casa, pode ser...

sinto-me:
publicado por JohnnyMary às 11:16

link do post | comentar | favorito
|
12 comentários:
De maebabada a 26 de Janeiro de 2009 às 11:52
e não é isso que é ser pai? fazer o que é preciso para ver os filhos felizes.

Se precisasses de provas tiveste-as :o))

beijocas
De JohnnyMary a 26 de Janeiro de 2009 às 12:00
Fogo! Nunca tive dúvidas em relação a isso, mas se soubesses o quanto o A. odeia gatos, nunca imaginei que fosse capaz de conviver com um gato dentro de casa, é só isso!

Beijocas
De Antes assim... a 26 de Janeiro de 2009 às 12:20
Olha a minha mãe detestava gatos... depois eu e o meu mano aparecemos lá em casa com o Tomás, rendeu-se e foi a primeira a querer ficar com ele. A seguir vieram mais uns quantos, até que veio o Sebastião, e para quem não queria cães em casa ter um gigante... os meus pais surpreenderam!
São pequenas grandes provas de amor que os nossos pais nos dão... e pelos vistos vais mesmo ter que conseguir um bichano para o teu menino... ou será meninos??
Beijinhos
De JohnnyMary a 26 de Janeiro de 2009 às 12:28
Pois, também conheço alguns casos assim! Comigo passou-se o contrário, eu via o gato a rondar o prédio e imaginava como seria bom tê-lo lá por casa, mas quando lhe abrimos as portas, comecei a racicionar e cheguei à conclusão que não, não aquele gato, um pequenino talvez!

Beijocas
De Juanitta a 26 de Janeiro de 2009 às 17:30
Eu voto num "biax" para o João!

Ps: E voto também nuns sofás novos, se o bichano for lá para casa! Hihihiihihihihihihih (brincadeirinha)

Beijoooooooooooooooos
De JohnnyMary a 26 de Janeiro de 2009 às 17:47
Olha, boa ideia! Tu que andas a montar casa, levas os meus sofás velhos e dás-me uns novinhos em folha, bale?

Beijocas
De Ana a 26 de Janeiro de 2009 às 19:16
Queres um gato? Pede ao Coimbra B..... mais propriamente ao António rssss
De JohnnyMary a 28 de Janeiro de 2009 às 09:57
Eu não quero gato nenhum, pelo menos, para já! Será que o António me pode tirar o gato que não descola da porta da minha cozinha? Agradecia imenso!!!!
De António a 28 de Janeiro de 2009 às 16:46
Catarina: os meus gatos actuais são todos adoptados (adoptados da rua mesmo, rsss ). Mas, há uns anos, uma gata fugiu de casa, não era castrada e estava com o cio. Engravidou e teve sete (!) crias. sabes quem me arranjou donos para todos? A Ana!
De JohnnyMary a 28 de Janeiro de 2009 às 16:51
Pode ser que um dia, outra gata tua fuja e depois eu fico com um gatinho, ok? Mas não me parece muito boa ideia adoptar um gato adulto da rua, pelas razões já evocadas!

Beijocas
De mamaepedro a 28 de Janeiro de 2009 às 13:35
Eu sou como o teu home, tb não gosto nadinha de gatos, acho que são muito emproados, mas eles adoram animais, e faz-lhes bem para terem o sentido da responsabilidade (tipo dar-lhe de comer e assim), mas o o pai e o Kiko tb querem um (é que ratos é o que não falta por lá no jardim... :(((( .
Agora, vou contar-te uma coisa, no domingo vi-te, mas sabes pq não te disse nada? É que há muita gente dos blogs que os maridos ou coisa do género não sabem da existência deste e então como estavas com ele, achei melhor ficar caladinha, e na escola nunca mais te vi. Por falar nisso, já viste o post ultimo da maebabada, vê e vê o meu comentário.

Beijokas
De JohnnyMary a 28 de Janeiro de 2009 às 14:05
Eu adoro gatos e quero muito ter um, mas um pequenino para se habituar a nós e para ficar sempre dentro de casa, não o quero dentro e fora como aquele que lá anda a rondar a casa!
Podias ter falado à vontade, o meu marido também é meu leitor habitual, apenas não comenta aqui, comenta pessoalmente ;) É pena, pois tinha gostado imenso de falar contigo! Da próxima fala-me, por favor!
Já vou ler o teu comentário!

Beijocas

Comentar post

Site Meter